PT é obrigado a retirar do ar vídeos em que Lula pede votos de forma explícita no Piauí

PT é obrigado a retirar do ar vídeos em que Lula pede votos de forma explícita no Piauí
Lula pede votos de forma explícita antes mesmo do início da propaganda eleitoral.

05.08.22 17:50

Decisão é da ministra Maria Claudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral; o ex-presidente estava do lado do ex-governador Wellington Dias

PT é obrigado a retirar do ar vídeos em que Lula pede votos de forma explícita no Piauí

Foto: Ricardo Stuckert

Atendendo a um pedido do PDT, a ministra do TSE Maria Claudia Bucchianeri determinou que o PT retire de todas as suas plataformas e de suas redes sociais o vídeo do ato público realizado ontem no Piauí em que o ex-presidente Lula pede votos de forma explícita antes mesmo do início da propaganda eleitoral.

Ao lado do ex-governador Wellington Dias, um de seus coordenadores de campanha, Lula afirmou durante o ato público em Teresina.

 

“Eu queria pedir para vocês, cada mulher ou cada homem do Piauí que tem disposição de votar em mim, que tem disposição de votar no Wellington, eu queria pedir para vocês que no dia 2 de outubro vote em mim”, disse o petista. Pela legislação eleitoral, a propaganda partidária só está autorizada a partir de 16 de agosto.

“Pelo atual modelo legal, o pré-candidato pode muito, mas não pode pedir voto explicitamente, situação que, ao que parece, é aquela objeto desta representação, a autorizar o deferimento do pedido de medida liminar formulado pelo autor”, disse a ministra na decisão.