Corpo ex-ginasta Ana Paula Scheffer, que morreu aos 31 anos, será enterrado neste domingo em Toledo

Ex-ginasta Ana Paula Scheffer

A ex- atleta da seleção brasileira de ginástica rítmica, Ana Paula Scheffer, de apenas 31 anos, morreu aparentemente de infarto nesta sexta e será enterrada domingo em sua cidade, Toledo

247 - O corpo de Ana Paula Scheffer, ex-atleta da seleção brasileira de ginástica rítmica, começou a ser velado na manhã deste sábado (17), na Catedral Cristo Rei, em Toledo, no oeste do Paraná e será enterrado neste domingo.

Ela foi encontrada morta em casa na sexta-feira (16). Ana Paula tinha 31 anos, foi medalhista nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007, e trabalhava atualmente como técnica.

A família dela suspeita de infarto. O primeiro exame realizado pelo Instituto Médico-Legal (IML), no entanto, foi inconclusivo sobre a causa da morte.

Por causa das medidas de prevenção contra o coronavírus, apenas 50 pessoas podem ficar dentro da cripta onde o corpo é velado. Originalmente, a capacidade do local é de 100 pessoas.

De acordo com a família da ex-ginasta, a previsão é que o corpo seja enterrado no domingo (18) pela manhã.

 Carreira

 Ana Paula Scheffer começou a treinar quando era criança na equipe de ginástica rítmica de Toledo. Ela representou o município em várias competições nacionais e internacionais, com destaque na categoria individual.

Enquanto jovem; conquistou medalhas em campeonatos paranaenses e brasileiros; e integrou a seleção brasileira de ginástica rítmica de 2005 a 2015.

Com a seleção, Ana Paula participou de quatro campeonatos mundiais, além dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro. Ela recebeu medalha de bronze no aparelho arco, nos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro, em 2007.


Comentários (0)


Deixe um comentário