Acusada de plágio, Pabllo Vittar pode pagar indenização milionária; equipe da artista nega cópia

Acusada de plágio, Pabllo Vittar pode pagar indenização milionária; equipe da artista nega cópia

 

Compositor Herlomm Diosly dos Reis Silva entrou com uma ação contra Pabllo por danos morais e materiais

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2022 20h18

 

Reprodução/Instagram/@pabllovittar

Pabllo Vittar posando para a fotoCantora Pabllo Vitar foi acusada de plágio, em referência à música "Ama, Sofre, Chora", do álbum Batidão Tropical

A cantora Pabllo Vitar foi acusada de plágio, em referência à música “Ama, Sofre, Chora”, do álbum Batidão Tropical, e pode pagar uma multa milionária. A colunista Fábia Oliveira, do site “Em Off”, afirma que o compositor Herlomm Diosly dos Reis Silva entrou com uma ação contra Pabllo por danos morais e materiais.  No processo, Herlomm diz que a artista teria plagiado sua música “Amar, Sofrer, Chorar”, registrada em junho de 2019. Por outro lado, o registro da gravação de Pabllo aconteceu em outubro de 2020. O colunista Lucas Pasin, do Splash UOL, teve acesso a ação judicial e comentou que o compositor pede o lucro da música da Pabllo, além de uma indenização por danos morais. Em nota, a equipe de Pabllo Vitar informou que não recebeu nenhuma notificação sobre o caso. No entanto, a assessoria da artista disse que examinou a gravação da obra e verificou que não existe nenhuma hipótese de plágio. “As obras musicais são totalmente distintas, nada existindo que possa, minimamente, levar a essa conclusão”, comunicou.